Somos frequentemente contactados por criadores de burros que, devido à sua idade avançada ou a limitações físicas existentes, procuram um novo lar onde os seus animais possam continuar a ter uma vida digna e com saúde.

Foi assim que a Georgina, uma burra com 23 anos, chegou ao Centro de Acolhimento do Burro (CAB), em Pena Branca, concelho de Miranda do Douro. Após um contacto do Sr. Rafael Batista, no dia 30 de Abril fomos até Rebordainhos, no concelho de Bragança, para realizar uma visita de controlo com o objetivo de avaliar a qualidade de vida do animal, bem como a sua aptidão para o transporte até ao CAB. Garantidas as condições para um resgate seguro, aproveitamos para realizar o aparo dos cascos e agendámos o transporte da Georgina para o CAB para o dia 10 de Maio.

Como todos os animais que resgatamos, a Georgina ficou, numa primeira fase, isolada dos seus companheiros de estábulo para que a habituação ao grupo residente e do grupo ao novo membro fosse feita de forma gradual, minimizando os riscos de má integração.
Hoje, a Georgina já faz parte da família do CAB. Foi aceite pelos seus companheiros e apresenta sinais de melhoria da sua qualidade de vida.

O CAB, em parceria com a equipa da AEPGA, cumpre, desta forma, mais uma vez a sua missão. A de garantir um fim de vida digno a asininos e muares em idade avançada. Ao Sr. Rafael Batista, agradecemos a confiança e a preocupação em manter as condições necessárias ao bem-estar da sua burra.